Viagem à Ilha de Margarita :: Manaus – Santa Helena

Confira o post inicial: Viagem Manaus – Ilha de Margarita (Venezuela) com o índice de todos os relatos da viagem.

Ida, parte I: Manaus – Santa Helena (fronteira Brasil – Venezuela)

Já havíamos despachado a mudança e devolvido o apartamento, então passamos a noite de sexta-feira, 09 de fevereiro na casa de nossa amiga Kílvia. Como estávamos muito cansados da mudança, resolvemos passar o sábado em Presidente Figueiredo, curtindo umas cachoerias e descansando em uma das muitas pousadas que há por lá antes de encarar os quase 2000km de estrada.

No domingo bem cedo iniciamos nossa viagem em direção à fronteira, onde passaríamos a noite. Foram 1029 km pela BR 174 até a cidade de Santa Helena, passando pelos 115km da reserva dos índios Waimiri Atroari (km 207), pelo marco da linha do equador (km 353) e por Boa Vista, capital de Roraima (km 770). A BR 174, embora com muitos buracos, fornece uma bonita e deserta paisagem. O trecho que corta a reserva indígena é sensacional: mesmo com os sinais de “não pare!”, “não fotografe!” e sabendo que os índios não são amigáveis, fizemos algumas paradas pra curtir o som da mata e o ar puro, momentos inesquecíveis.

Reserva Indígena Waimiri Atroari

Reserva Indígena Waimiri Atroari

Na linha do equador, não resistimos e fizemos um teste pra ver se a água realmente gira em direções diferentes quando passamos de um hemisfério para o outro: e a conclusão, como esperado, é que sim, há menos de 2 metros da linha do equador o funil de água que descia de uma garrafa pet de 2l mudava de sentido: horário no hemisfério sul e anti-horário no hemisfério norte.

Na linha do equador

Na linha do equador

Passamos rapidamente por Boa Vista e seguimos viagem até a fronteira. Chegamos na divisa pouco antes das 17:00hs. Carimbamos nossos passaportes, apresentamos todos os documentos (veja abaixo) para a liberação do veículo e fomos para a cidade de Santa Helena, nos hospedando num hotel logo na entrada da cidade: o Gran Sabana.

Pra quem for encarar essa viagem, seguem algumas dicas pro trecho Manaus -> Santa Helena:

  • Certifique-se de que seu carro tem um bom protetor de cárter, pneu step e uma ou duas câmaras-de-ar de reserva;
  • Não ignore nenhum posto de gasolina se o tanque estiver abaixo da metade;
  • Informe-se das condições atuais da estrada antes de planejar seus horários, principalmente se for viajar durante a noite;
  • Há restrições no horário de abastecimento na fronteira para brasileiros: evite transtornos e encha o tanque em Boa Vista;
  • Recomendamos o Hotel Gran Sabana (logo após a fronteira, na entrada da cidade). A diária de casal custou R$ 50,00;

Segue também a lista de pré-requisitos para entrar na Venezuela (tudo em duplicado: xerox e original):

  • Documentos originais do veículo;
  • Carteira de motorista;
  • Passaporte;
  • Vacina contra Febre Amarela (carteirinha internacional);
  • Documento do Detran atestando que o veículo não tem multas ou pendências no Brasil;

Nos próximos posts, a continuação da viagem…

Esta entrada foi publicada em manaus, pessoal e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

63 respostas a Viagem à Ilha de Margarita :: Manaus – Santa Helena

  1. fabricia disse:

    estarei indo a margarita em janeiro e gostaria de saber se tem auguem que va no mesmo dia que eu, sairei no dia 2 (dois ) de janeiro, de madrugada, se tiver auguem que queira ir me liguem. 8164-3779

  2. alexandre aguiar disse:

    Fabricia,conseguiu ALGUÉM para ir contigo à Margarita? ALGUÉM te ligou para ir?

  3. Moises disse:

    eu ireino dia 07/01/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>