Natal em São Miguel do Gostoso – RN

No feriadão de Natal resolvemos que seria uma boa ideia ir pra alguma praia desconhecida, pra descansar. A grande questão era pra onde ir, uma vez que queríamos um lugar bonito, tranquilo e pacato. Foi então que a Viviane se lembrou de ter visto no Jornal Hoje da Rede Globo uma matéria sobre uma cidadezinha do Rio Grande do Norte chamada “São Miguel do Gostoso”. Após uma rápida googlada, nos pareceu o destino perfeito.

São Miguel do Gostoso é uma pequena vila/cidade de pescadores 110km ao norte de Natal – RN. A cidade é a última a ser acessada pela BR-101 (ou melhor, a primeira, já que a BR-101 começa lá). A cidade é bem calma, com moradores muito amistosos e ainda pouco explorada turisticamente. Tem cerca de 9000 habitantes.

Pôr do sol em São Miguel do Gostoso

Pôr do sol em São Miguel do Gostoso

As praias
As praias são muito agradáveis, mas não são paradisíacas como as de Porto de Galinhas (PE) ou Maragogi (AL). A água é morna (como em todo o nordeste brasileiro) mas é relativamente turva, não dando pra enchergar os próprios pés com a água pela cintura.

Uma vantagem pra quem tem um 4×4, um buggy ou uma moto é que praticamente todo litoral é trafegável, então é fácil visitar várias praias ou procurar um lugar isolado.

Como as praias estão de frente pro norte, tanto o pôr quanto o nascer do sol são muito bonitos. Outra característica é que o vento lateral é constante e forte, o que faz o local ser perfeito pra esportes como kite-surf e wind-surf. O número de kites na Praia de Santo Cristo – um dos balneários da cidade – estava sempre entre 15 e 25, todos os dias.

Praia em São Miguel do Gostoso

Praia em São Miguel do Gostoso

Infra estrutura
A cidade é bem pequena – praticamente uma vila – e ainda tem pouca infra estrutura turística. Pra gente isso foi visto como vantagem, mas algumas pessoas podem sentir falta dos vendedores de praia, do característico som ambiente da maioria dos destinos no nordeste (NOT!) e da agitação da vida noturna. Por exemplo, existem 3 ou 4 restaurantes à beira mar em 4kms de praias e só encontramos duas lojas de artesanato (pequenas, no centro da cidade). O programa principal das nossas noites era caminhar pela pacata avenida observando/cumprimentando os moradores em suas varandas e tomar um sorvete de R$ 1,00 em uma das lanchonetes. :-)

O único sinal de celular na área é da Claro, mas as principais pousadas oferecem serviço de Internet via wi-fi. Não dá pra esperar muito, mas deu pra usar o skype pra ligar pra nossas famílias na noite de natal.

Mas não tivemos dificuldades: há pousadas suficientes e no centro existem mais restaurantes, pizzarias, padarias, supermercados, etc. Procurando no google você encontra rapidamente vários sites com informações turísticas em geral.

Nós ficamos na Pousada Porto do Trapiá que merece a nossa recomendação. É bem verdade que não conhecemos as outras, mas a qualidade do atendimento e das acomodações nos agradou bastante.

Não podemos deixar de mencionar que passeando pela cidade avistamos duas bibliotecas públicas. Tá aí um exemplo a ser seguido por mais cidades do Brasil. :-)

Passeio de Buggy
A melhor parte da viagem foi alugar um buggy e sair dirigindo pelas praias desertas. Rodamos um total de +- 80kms, quase sempre na areia à beira-mar. Pra quem gosta de aventura, é uma excelente opção (sempre há o risco do buggy atolar, quebrar ou ficar sem gasolina em um local deserto, mas acho que vale a pena). Outra opção é contratar o passeio com motorista, mas isso seria 80% menos divertido. :-)

Buggy numa praia deserta com uma sombra à beira-mar

Buggy numa praia deserta com uma sombra à beira-mar

Passeio de Buggy em São Miguel do Gostoso

Passeio de Buggy em São Miguel do Gostoso

Dicas e curiosidades gerais:

  • Venta bastante, geralmente um vento lateral. Com isso as vezes fica um pouco complicado comer na areia bem próximo do mar (a não ser que o que você queira seja comer a areia);
  • Se tiver espírito de aventura, não deixe de alugar um buggy e sair por conta própria. Se tiver uma caixa ou bolsa térmica, será perfeito;
  • Nós alugamos o nosso buggy com o “Pedrinho da Oficina”. R$ 100,00/dia. Foi muito tranquilo, ele nem sequer anotou nossos nomes na hora de entregar/receber os documentos e a chave;
  • A pizza e o ambiente da Pizzaria Quintal (na entrada pra Praia do Xêpa) nos agradou bastante;
  • O restaurante Caranguejo e Cia tem atendimento, preços e cardápio excelentes. Não é em qualquer lugar que se come, à beira mar, uma porção de macaxeira frita por R$ 3,00 e uma Cioba (peixe) por R$ 18,00. Fica ao lado da pousada Porto do Trapiá.

Nós ficamos 4 noites no total (23-27/dez) e achamos que foi de bom tamanho. Mais que isso só se for pra ficar realmente à toa descansando ou praticar kite ou wind-surf. Se você quer sossego, vai encontrar um bom ambiente lá.

Finalmente, confira o álbum de fotos de São Miguel do Gostoso – RN com as principais fotos da viagem.

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

10 Comments

  1. aurelio

    Massa o relato Ademar!

    Só vim aqui dar um toque: na marca d’água do teu site nas fotos, se deixar a URL mais simples acho que ficaria mais bonito.

    De: http://www.ademar.org/
    Pra: http://www.ademar.org

    Falouzz!

    Reply
  2. aurelio

    Tá, o wordpress espertalhão adicionou o http:// no “Pra:” do comentário anterior… O que eu tinha escrito era:

    De: http://www.ademar.org/
    Pra: www . ademar . org

    Reply
  3. ademar (Post author)

    aurelio: boa dica, removi o prefixo http dos meus scripts conversores de imagem, vamos ver como fica de agora em diante. :-)

    Valeu!

    Reply
  4. Samantha

    Gostaria de saber que agências de turismo levam vc de SP para São Miguel do Gostoso. vc pode me ajudar?

    Reply
  5. Toninho Santana

    poxa . vi a reportagem da cidade e amei. moro nos Estados unidos . e assim que for ao Brasil com certeza irei conhecer esse mundao maravilhoso junto de minha familia . parabens pela cidade.

    Reply
  6. Kátia Zany

    Nossa…amei essa cidade, bem tranquila.
    Vcs pretendem ir a Toscana na Itália?

    Reply
  7. pedro

    Me ajude se puder,estou pesquisando sobre a cidade no quisito atendimento,vc viu se a cidde tem um bom serviço, para com o turista, e se falta invetimento local na capacitação de mão de obra qualificada? fiarei grato se puder me ajudar.

    Reply
  8. daniel

    Fui a Gostoso em outubro de 2010. O Isaías saiu da Pousada dos Ponteiros e abriu um restaurante próprio. O nome é Macambira. Fui e aprovei. Quem for a Gostoso tem que dar uma passada por lá. Dica: arroz de polvo.

    Reply
  9. Victoria MF

    Eu nunca fui a nenhum desses lugares, mas parece muito interessante

    Reply
  10. Victoria MF

    Eu nunca fui a nenhum desses lugares, mas parece muito interessante. Gostaria de ir!

    Reply

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *