Tag Archive: angola

Vagas de Emprego em Angola

Devo receber nesse blog um comentário a cada dois dias de pessoas procurando por oportunidades de trabalho em Angola e eventualmente sou contatado por agências de Recursos Humanos que tem programas de seleção pra brasileiros querendo se mudar pra lá.

Se você está procurando emprego em Angola, é uma Agência de RH ou um profissional liberal aventureiro e quer deixar uma mensagem pra contato, por favor faça-o abaixo (comentários dessa natureza em outros posts serão deletados). Importante: inclua informações de contato no corpo da mensagem se quiser que isso seja visto por outros usuários.

Informações genéricas sobre como é a vida em Angola, você encontra nos posts com a tag angola e no álbum de fotos.

Não posso responder os comentários individualmente, mas acredito que concentrar as informações nesse post deve ser mais útil do que deixá-los espalhados pelo blog.

Boa sorte!

Fotos de Luanda – Angola

Confira o post inicial: Viagem à Angola e África do Sul com o índice de todos os relatos da viagem.

Antes de publicar os relatos da viagem à África do Sul, resolvi publicar as fotos de Luanda – Angola. A maioria delas foi tirada de dentro do carro, sem muito tempo pra caprichar na composição ou exposição, mas deu pra registrar alguma coisa.

Eu já postei algo sobre fotografia em angola anteriormente, mas agora publiquei o álbum completo: Fotos de Luanda – Angola.

Últimos dias em Angola II: Ninguém…. Ninguém…

Confira o post inicial: Viagem à Angola e África do Sul com o índice de todos os relatos da viagem.

De todos os dias que passamos em Angola, um deles foi especial pois foi o dia em que conferimos de perto como é viver na periferia de Luanda. Foi uma grande experiência, que tentamos relatar abaixo (post escrito em conjunto com minha esposa Viviane).

Na quinta-feira 13 de dezembro de 2007, fomos visitar duas simpáticas madres da Pastoral da Criança (Missionárias de Santa Terezinha): a Irmã Socorro e a Irmã Graça, que trabalham no bairro Palanca. Nosso interesse era conhecer um pouco do trabalho delas, da realidade da periferia, visitar algumas creches e, quem sabe, ajudar de algum modo.

Chegar até a casa das madres não foi fácil. Palanca é um bairro muito pobre e com pouca infra-estrutura. Como estávamos no início do período de chuvas, algumas ruas estavam cheias de uma mistura de lama, lixo e esgoto (o terreno é argiloso e não há rede de escoamento de água). Mesmo estando com um carro 4×4, ficamos muito apreensivos ao encarar alguns trechos, pois não tínhamos certeza se conseguiríamos chegar do outro lado. Felizmente deu tudo certo (4×4 rulez) e chegamos sãos e salvos ao nosso destino.

As madres estavam nos aguardando. Foram muito atenciosas e já tinham um roteiro pronto pra nossa visita. Pegamos o carro e nos dirigimos até a sede da igreja, onde estacionamos e tendo a Irmã Socorro como nossa guia, caminhamos pelo bairro. Tivemos a oportunidade de conversar com vários moradores e conhecer um pouco do sofrimento do dia-a-dia, das tradições e da cultura Angolana. Ficamos particularmente chocados ao ver uma família vivendo em um terreno totalmente alagado com lama na altura do joelho e ao ouvir relatos de que em muitas casas (senão a maioria) quem é responsável pelo sustento é a mulher – os homens acabam tendo várias famílias. Embora as dificuldades fossem muitas, as pessoas com quem conversamos estavam sempre sorrindo e foram muito simpáticas conosco.

Típica mulher angolana, dedicada ao trabalho e chefe da família

Típica mulher angolana, dedicada ao trabalho e chefe da família

Ao chegarmos na creche as crianças estavam se preparando para uma festa de Natal e encerramento das atividades do ano. No início algumas delas estavam um pouco tímidas com nossa presença, mas em poucos minutos a Viviane já estava brincando, cantando e tirando fotos com todas. Foi muito bom interagir com as crianças e uma grande alegria pra Viviane que é professora aqui no Brasil e é fascinada pela África.

Viviane cantando com crianças em uma creche

Viviane cantando com crianças em uma creche

Andando pelas ruas encontramos uma pequena feira (comércio de rua é muito comum em Luanda). Não é fácil fotografar ambientes abertos em Angola, mas com a intervenção da madre, que explicou que éramos amigos (brasileiros, turistas, não jornalistas e nem sensacionalistas), conseguimos tirar algumas fotos (com direito a pose, veja abaixo).

Comércio de rua em Luanda

Comércio de rua em Luanda

Ao retornar pra sede da igreja, nos deparamos com uma cena incrível: um “mar” de mulheres com roupas típicas participando de uma cerimônia religiosa em um bosque. Elas cantavam com alegria e uma harmonia natural. Mesmo não compartilhando da mesma religião, nos aproximamos e fomos contagiados pela emoção e fé daquelas mulheres. É difícil achar palavras pra descrever a cena, mas é suficiente dizer que não conseguimos conter as lágrimas naqueles poucos instantes em que as acompanhamos.

Cerimônia religiosa em Luanda

Cerimônia religiosa em Luanda

Aliás, veja o vídeo abaixo e entenda o porquê do título desse post. :-)


Cerimônia Religiosa em Luanda – Angola (Ninguém… Ninguém…) from Ademar Reis on Vimeo.

Eram nossos últimos dias em Angola e ficamos muito felizes por ter um dia inesquecível, com experiências que ficarão pra sempre guardadas em nossa memória. Testemunhamos a triste realidade dessas pessoas, mas ao mesmo tempo vimos que elas não perdem sua esperança e fé de que as coisas vão melhorar.

Nossa passagem por Angola estava chegando ao final. Foi ótimo passar dias em tão boa companhia e esperamos que nossa estada tenha contribuído de algum modo pra ajudar esse povo que tanto merece uma vida melhor. No domingo fomos pro Aeroporto, era hora de ir de férias pra África do Sul…

Últimos dias em Angola

Confira o post inicial: Viagem à Africa do Sul com o índice de todos os relatos da viagem.

O projeto em que estive envolvido estava chegando ao final (pelo menos por enquanto) e eu tinha uma última viagem a Angola, dessa vez mais curta. Meu plano era passar um mês por lá, sendo que a Viviane (minha esposa), passaria os últimos 15 dias comigo antes de irmos de férias pra África do Sul.

Cheguei em Angola no dia 26 de novembro, levando na bagagem uma caixa de 41kgs de material para o evento que começaria no dia 28: o IT Forum. Mas como a lei de murphy também é válida em Angola, a caixa foi extraviada e só apareceu no último dia do evento… :-( Mas nos viramos com o que tinhamos e no final deu tudo certo. O IT Forum é um evento anual que marca o trabalho do Ministério de Ciência e Tecnologia de Angola e é realizado em um grande e moderno centro de convenções que fica próximo ao Belas Shopping.

Salão de Palestras - IT Forum

Salão de Palestras - IT Forum

No dia 11 de dezembro foi a vez da Viviane realizar o grande sonho da vida dela e colocar os pés no continente Africano pela primeira vez. Ela fez uma viagem sem contratempos e chegou “saltando de alegria”. Foi muito bom reencontrá-la após 15 dias sozinho.

Mesmo com a correria dos preparativos da viagem, foi possível aproveitar bem os últimos dias por lá. Eu estava de carro, então visitamos várias partes da cidade e fomos até o “Miradouro da Lua”, uma espécie de Canyon à beira do mar. Na última noite em Angola ainda tivemos o prazer de ir à festa de noivado (tradicional) de meu amigo Deodato. Foi uma semana muito intensa.

Miradouro da Lua - Angola

Miradouro da Lua, próximo a Luanda

Mas o ponto alto desses últimos dias é assunto pro próximo post… :-)

Viagem à Angola e África do Sul

Em dezembro/janeiro passei 18 dias de férias na África do Sul, junto com minha esposa, após retornar do projeto em que trabalhava em Angola. Foi uma viagem excelente, sem dúvida a melhor de nossas vidas até hoje. Fomos até o Kruger Park e depois percorremos 3.500km de estradas, passando por diferentes cenários e guardando ótimas lembranças na bagagem.

Assim como fiz com outras viagens, publiquei relatos com fotos, vídeos e dicas pra quem um dia for encarar essa aventura (acredito que com a Copa do Mundo de Futebol em 2010, muita gente o faça).

Posts publicados:

Álbuns de fotos já publicadas:

Mapa da viagem:

Mais sobre o projeto em Angola

Atualizando as notícias, estou em Angola novamente. Vim pra cá para o IT-Fórum, evento de TI realizado anualmente pelo governo daqui. Dessa vez devo aproveitar mais a viagem, pois minha esposa (que sonha conhecer a África desde criança) chega na semana que vem e antes de voltarmos ao Brasil passaremos algum tempo de férias na África do Sul, numa viagem que tem tudo pra ser mais do que inesquecível.

Mas o principal motivo desse post é divulgar um outro, feito pelo presidente da Mandriva, François Bancilhon, no blog oficial da empresa. O post contém uma atualização do status do projeto aqui em Angola e também um pouco sobre a cidade de Luanda.

Não vou prometer novos posts ao longo da viagem, mas com certeza farei um relato completo (como fiz da viagem a Margarita) assim que voltar ao Brasil.

Anúncio do Projeto em Angola

Pra quem perguntou o que eu fui fazer em Angola (já estou no Brasil, mas volto pra lá no fim do ano), o projeto finalmente foi anunciado ao público:

Novidades de Angola

Faz tempo que não escrevo nada sobre a viagem de Angola. A principal razão é que ando desmotivado para escrever algum relato. Tenho alguns rascunhos, mas pelo jeito os posts só serão publicados depois que eu já estiver no Brasil.

De qualquer modo, por aqui está tudo indo bem. O trabalho está rendendo, já consegui tirar várias fotos (de qualidade questionável, mas enfim) e fiz alguns passeios pela região.

Nessa semana finalmente volto pro Brasil. Estou contando as horas pra chegar em casa logo e rever minha esposa que eu tanto amo, meus amigos, meu país. Na bagagem levo muitas histórias de uma experiência que tem sido excelente e deve render alguns posts.

Até!