“Banda Larga” @ Manaus (VIVAX) II

update 2006-09-13: veja também meu último post sobre a VIVAX, com a conclusão dessa história

Este post dá continuidade ao anterior onde reportei minha reclamação com a qualidade do serviço da VIVAX aqui em Manaus. Várias pessoas postaram comentários mostrando sua indignação e reportando que o problema é generalizado.

Pois bem, não tenho disponibilidade de organizar um abaixo assinado ou ação legal, mas vou listar algumas sugestões do que podemos, como clientes, fazer em relação à situação, na esperança de que juntos possamos alcançar algum resultado:

  • Criar posts como este em seus blogs e páginas pessoais, ou adicionar links pra este, preferencialmente em um texto como “VIVAX Banda Larga”, para que pesquisas no google apontem para as reclamações;
  • Reclamar junto à ANATEL: 0800 33 2001 ou através do site;
  • Reclamar junto ao PROCON-AM: 0800 92 1512/215, procon@prodamnet.com.br e http://www.procon.am.gov.br/contato.php;
  • Ligar para a VIVAX e exigir a não cobrança da mensalidade: (92) 3627-0010 e (92) 3627-9200, com o contrato e a missão da empresa em mãos (mais sobre isso logo abaixo);
  • Trocar o plano para a opção mais barata disponível (eu fiz isso, lento por lento, fique com o mais barato, não há diferença);
  • Mudar para o Velox da Telemar (custa mais caro, não está disponível em todas as regiões da cidade e não sei dizer se é problemático ou não).

Só pra lembrar, abaixo uma lista dos problemas que atualmente enfrento com a VIVAX aqui em Manaus:

  • Conexão extremamente lenta, em torno de 3KB/s, mesmo pra quem tem um plano de 600Kbps (75KB/s);
  • Todas as conexões web feitas via proxy transparente (um mesmo IP), o que fez com que sites como google e slashdot limitassem seus serviços por suspeita de abuso;
  • Redes P2P barradas: Bittorrent e MLNet (pelo menos);
  • Conexão instável (tanto a rede IP como as conexões, que devido ao proxy ruim são resetadas ou deixam de responder com frequência);
  • Atendimento ruim (mensalidades cobradas com atraso, fila de 50min no telefone do suporte técnico, etc).

Quando estiver conversando com um atendente, trate-o sempre pelo nome e leia os valores que a VIVAX tem como empresa (disponíveis no site em http://www.vivax.com.br/institucional_index.php), fazendo com que o atendente confirme se ele está te tratando de acordo com o que está listado lá. Se o atendente não resolver seu problema, diga que está anotando o nome dele (completo) e que estará encaminhando essa reclamação às instâncias superiores da própria VIVAX e aos órgãos responsáveis. Não ameace demais pra não cair em descrédito, mas faça questão de anotar o nome e horário de quem lhe atendeu.

Como consumidores, nossa arma é criar um marketing negativo pra empresa e cancelar ou diminuir os serviços que contratamos. Não podemos nos manter reféns desse monopólio sem que a empresa ou a ANATEL tomem uma atitude. Temos poucas armas, mas creio que este texto seja uma delas.

“Banda Larga” @ Manaus (VIVAX)

update 2006-03-26: veja também meu novo post sobre a VIVAX

  • [gravação] Bem Vindo a VIVAX, (…)
  • [ademar] Bem Vindo o #$%&*#$@#$.
  • [gravação] Estamos com dificuldades técnicas na região de Manaus, por favor aguarde alguns instantes que nossos técnicos estão solucionando o problema…
  • — ligação cai.
  • — ademar liga novamente.
  • [gravação] Bem Vindo a VIVAX, (…) sua ligação é importante para nós (…) a melhor tecnologia de acesso à internet (…) (15 minutos em loop)
  • [atendente] Boa noite, em que posso ajudar?
  • [ademar] Olá, boa noite, estou ligando pra reclamar que a velocidade de minha conexão está inaceitável. Meu contrato é de 350kbps (~43KB/s) e estou fazendo downloads a absurdos ~3KB/s.
  • [atendente] Senhor, estamos tendo problemas já há algum tempo com as conexões na região de Manaus, mas peço que o senhor tenha paciência que esse problema será resolvido em breve.
  • [ademar] OK, mas como o contrato especifica que a VIVAX tem a obrigação de me fornecer pelo menos 50% da velocidade nominal, gostaria que vocês descontassem da minha mensalidade esses dias em que o serviço está ruim (AKA desde sempre).
  • [atendente] Senhor, o contrato especifica que a velocidade é de conexão, não de transferência.
  • [ademar] ÃHN?!? Você pode me explicar a diferença entre as velocidade de “transferência” e “conexão”?
  • [atendente] Uma é transferência e outra é de conexão.
  • — ademar insiste.
  • — atendente dá respostas vagas e sem sentido, até chegar ao ponto de dizer que “velocidade de conexão é a velocidade com que os dados são transferidos”.
  • — ademar quase perde a paciência.
  • [atendente] Senhor, vou transferi-lo para o setor de [whatever], mas vão lhe dizer a mesma coisa…
  • [gravação] Bem Vindo a VIVAX, […] sua ligação é importante para nós (…) a melhor tecnologia de acesso à internet […] (35 minutos em loop).
  • [atendente2] Boa noite, em que posso ajudar?
  • — ademar explica o problema.
  • [atendente2] Senhor, peço que tenha paciência, estamos cientes dos problemas em Manaus e estamos fazendo todo o possível para resolver o problema rapidamente, mas não temos previsão para solução.
  • — ademar pacientemente argumenta, lê a cláusula do contrato e exige o desconto de sua mensalidade.
  • [atendente2] Só um instante senhor.
  • [gravação] Bem Vindo a VIVAX, (…) sua ligação é importante para nós (…) a melhor tecnologia de acesso à internet (…) (5 minutos em loop).
  • [atendente2] Senhor, estamos descontando então do senhor a mensalidade conforme previsto no contrato.
  • [ademar] OK, estão descontando quanto?
  • [atendente2] Senhor, como o senhor só nos avisou que está com problema hoje, vamos descontar um dia de sua mensalidade.
  • [ademar] ÃHN? (…) eu vou ter que ligar todo dia pra reportar o problema?
  • — atendente2 dá umas desculpas sem nexo.
  • — ademar perde a paciência.
  • [ademar] Não faz sentido eu pagar R$ 115,00/mês por um serviço de qualidade tão baixa. Esse serviço é um LIXO. Mas vamos fazer assim: daqui a uma semana eu ligo novamente. Se a qualidade do serviço estiver a mesma, vou exigir uma semana de desconto, e fazemos assim até que o problema esteja resolvido.
  • — atendente2 faz de conta que concorda.
  • — ademar faz de conta que acredita, anota horário e nome do atendente2 (19:00hs, Fernando).
  • — ademar envia mensagens pra PROCON-AM e ANATEL, sem muitas esperanças.
  • — ademar volta pro seu download a ~3KB/s e decide que da próxima vez vai pagar os R$ 169,00 (!) pela conexão Velox 300kbps (mesmo sem grandes expectativas).

Fotos viagem à Bolívia (out/2005)

Ufa, até que enfim tomei vergonha na cara e disponibilizei as fotos de minha viagem à Bolívia, que fiz em outubro de 2005. Como mencionado em outro post, participei como palestrante do “XII Congreso Nacional de Ciencias de la Computación (CCBOL)” na cidade de Tarija, onde ministrei algumas palestras sobre segurança em ambiente Linux.

Há fotos das três cidades por onde passei: Cochabamba, Tarija e Santa Cruz de la Sierra.

Softwares de edição de imagens

Hoje gastei um tempo estudando softwares para tratamento de fotos no PC. É uma área onde nunca havia me aventurado. Gosto muito de fotografar, mas tratar as imagens nunca foi meu forte.

Mas isso está para acabar ;-), hoje evolui bastante e acho que estou encontrando o caminho das pedras. Cheguei a instalar (pela primeira vez) os softwares que acompanham a câmera e resolvi conferir o que encontrei após algumas pesquisas na web, tanto em Linux como Windows. Segue uma pequena avaliação:

  • Gimp: Eu odeio a interface do Gimp. Como só tenho um monitor por enquanto, tenho muita dificuldade com aquele monte de janelas abertas ao mesmo tempo. É uma ferramenta muito poderosa, mas dada sua complexidade, ainda vou levar muito tempo pra ter uma boa produtividade. Fiz alguns testes com layers e li alguns tutoriais. O resultado é excelente.
  • GimpShop: Como alguém que não se dá bem com a interface do Gimp, resolvi testar o GimpShop, na esperança de resolver meu problema. Como nunca usei PhotoShop, só esperava encontrar uma interface MDI, mas para minha decepção, o plugin que permite isso só está disponível pra MS Windows e mesmo assim o resultado é pouco satisfatório. No Linux não tive ganho algum, então voltei pro Gimp original.
  • Picasa: Embora simples, gostei muito da ferramenta de edição de imagens do Google. Seguindo o princípio de Pareto, é a ferramenta ideal para quem quer fazer ajustes e efeitos simples, em fotos do dia-a-dia, sem muito trabalho. É pra Windows, mas há esperança. :-)
  • Hugin: O hugin, um frontend pra diversos programas que facilitam o processo de montagem de imagens panorâmicas e compostas em geral, eu já acompanho há bastante tempo. É um pouco complexo, mas produz bons resultados.
  • Ferramentas que acompanham a Canon EOS Digital Rebel XT: Achei todos os programas medíocres, com excessão do que monta imagens panorâmicas, que é razoável (simples, mas muito fácil de usar).
  • Há ainda muitos outros programas que tenho usado com frequência para pequenas tarefas, como gqview, metacam, dcraw e os utilitários do ImageMagick.

Encontrei também um software para gerenciamento de fotos (armazenagem) que me deixou satisfeito a princípio: o Photo Organizer. Mas isso é assunto pra outro post. :-)

Fotografia

Estou inaugurando uma nova seção no blog: fotografia. Embora eu não seja de escrever muito por aqui, resolvi criar essa seção pra eventualmente comentar sobre o assunto que está se tornando meu hobby favorito.

Já coloquei no meu TODO escrever pelo menos um mini-review do que adquiri como equipamento nos últimos meses e colocar alguma coisa do que tenho aprendido nas minhas leituras. Nunca fiz curso de fotografia e provavelmente nunca vou fazer, mas tenho lido bastante. Ainda estou na fase de iniciante, mas segue minha lista com o que já li e posso recomendar. Se alguém tiver sugestões, elas são muito bem vindas (em particular, não procurei muita coisa em português).

  • National Geographic Field Guide: Secrets to Making Great Pictures. Um ótimo guia prático de introdução. Fácil e simples de ler, é menos abrangente do que eu gostaria em termos teóricos, mas recomendo pra quem quer sair do hiper-básico;
  • National Geographic Field Guide: Digital. Guia básico sobre fotografia digital. Nada de excepcional, mas útil pra iniciantes também. Inclui várias técnicas de pós-processamento, só que em Photoshop;
  • Revista Fotografe Melhor (editora Europa): Creio ser uma publicação nacional indispensável pra quem se dedica à fotografia. Tem um balanço muito bom entre vários campos da área e os artigos e reviews são no geral bem escritos;
  • http://www.dpfwiw.com: Vários artigos, mescla de teoria e prática. Encontrei quando procurava um texto sobre filtros, e gostei bastante do que li;
  • http://www.photozone.de: Site com muitos recursos, incluindo textos mais técnicos, com boas explicações da teoria por trás das lentes;
  • http://en.wikipedia.org/wiki/Photography: Como esperado, a wikipedia tem inúmeros textos sobre fotografia. Alguns ainda são stubs, mas há bastante conteúdo teórico bem escrito;
  • http://www.howstuffworks.com: Em linguagem muito clara (embora sem se aprofundar muito), explica o funcionamento de vários equipamentos (câmeras, lentes, flashs, autofocus, etc).

BTW, eu definitivamente preciso de um monitor melhor (veja posts anteriores sobre a droga do meu LCD) e estudar o Gimp pra fazer algo mais do que ajustes básicos. Preciso de um modo rápido de disponibilizar minhas fotos também… Minha página atual é muito bloat e colocar as fotos no ar me toma muito tempo, o que faz com que eu as mantenha apenas no meu micro… Tem fotos da minha viagem à Bolívia (novembro-2005) que ainda não coloquei no site :-/

Assalto em Manaus

Desde que cheguei a Manaus, sempre fiquei com a boa impressão de que a cidade é segura. Pois bem, sábado ocorreu algo que mudou minha opnião, embora não drasticamente.

Por volta de 20:00hs, quando estava voltando do Carrefour do Amazonas Shopping em direção ao apartamento onde moro (na Rua Darcy Vargas, próximo à Recife), fui abordado por um rapaz que dizia estar armado. Ele me mostrou um volume em formato de arma por baixo da camiseta e exigiu todo o meu dinheiro. Se eu reagisse, “levaria bala”. Tive sorte e azar ao mesmo tempo: sorte porque ele não levou meus documentos, meu celular ou meu relógio, mas azar porque eu havia passado no banco e estava com cerca de R$ 180,00 na carteira.

Cheguei a registrar a ocorrência com a polícia que – para minha surpresa – rapidamente enviou uma viatura que me levou para um “passeio” pelas redondezas à procura do criminoso (“elemento” como diziam no rádio), mas foi em vão.

Eu nunca tinha sido assaltado nessas circunstâncias (apenas quando era adolescente, por maloqueiros querendo “um real” ou algo assim), mas olhando pelo lado positivo, foi tudo muito rápido e sem grandes complicações. Dos males, o menor.

Casamento

Muita coisa aconteceu nos últimos dois meses mas devido à carga de trabalho e falta de Internet em casa, acabei não postando nada por aqui. Mas antes tarde do que nunca, melhor relatar o mais importante:

Vou me casar! :-)

Sim, depois de mais ou menos um ano e nove meses de namoro (boa parte desse tempo à distância, infelizmente), pedi a Viviane, o grande amor da minha vida, em casamento (e ela aceitou!) :-) Isso foi na noite do dia 26 de novembro, e já começamos a correr atrás dos detalhes da cerimônia, que deve ocorrer até metade de 2006.

O plano é me casar em Curitiba e trazê-la pra Manaus, onde o devemos morar por pelo menos uns dois ou três anos… vamos ver. :-)